Renomado internacionalmente ,o navegador Amyr Klink, revela que o arquipélago de Fernando de Noronha concentra tudo de errado que fazemos

By / 3 semanas ago / Sem categoria / No Comments
Renomado internacionalmente ,o navegador Amyr Klink, revela que o arquipélago de Fernando de Noronha concentra tudo de errado que fazemos

Veja esse vídeo  produzido pela  redebrasilatual  e observe este trecho da entrevista à Marcelo Menna Barreto para a RBA, no dia 25 de outubro de 2019 , onde navegador Amyr Klink afirma que a ação humana na ilha de Fernando de Noronha é um exemplo de nossa mentalidade ausente de questões ambientais. É problema de governo, mas é também de cultura. “Tudo o que a gente faz de errado está concentrado lá” – Aproveite e inscreva-se no canal, acione o sininho e curta o vídeo:

Se não bastasse essa entrevista  tão explicativa , temos diversas outras matérias sobre a ação danosa do homem contra a nossa esmeralda do Oceano Atlântico, a ilha de Fernando de Noronha! Vejamos apenas essa abaixo:

Fonte:https://www.oeco.org.br/

Por Alice Watson*

Matéria publicada na terça-feira, 10 maio de 2011 3:00

Localizado a 540 km de Recife (PE), este “pedaço de terra, aparentemente perdido em meio a lindos tons de azul”**, encanta os turistas com seus 17 quilômetros quadrados (km²) de preciosa beleza cênica. Ilha principal do arquipélago de 26 km² e 21 ilhotas, Fernando de Noronha recebe cerca de 60 mil turistas por ano. Todos atraídos pela exuberância de seu patrimônio ambiental, que inclui três das dez praias mais lindas do Brasil: o Sancho, a Baía dos Porcos e o Leão.

A distância do continente, somada à criação, em 1988, do Parque Nacional Marinho e da Área de Preservação Ambiental de Fernando de Noronha (FN)- Rocas – São Pedro e São Paulo que abrangem todo o território da ilha (70% e 30%, respectivamente), contribui para tamanha conservação. Todo este capricho da natureza conquistou o reconhecimento internacional quando, em 2001, ganhou da Unesco o título de “Sítio do Patrimônio Mundial Natural”.

Afinal, em que outro lugar do mundo você pode nadar no compasso das tartarugas, alimentar aves marinhas direto na boca e passear de barco escoltado por simpáticos golfinhos rotadores? Tudo isso sob o olhar atento do imponente guardião da ilha, o Morro do Pico, que ao entardecer se une ao Morro Dois Irmãos para realçar a explosão de cores que invade o horizonte.

Tantos atrativos fizeram com que Noronha se transformasse no sonho de consumo de qualquer turista. Não por acaso, o fluxo total de visitantes na ilha aumentou em torno de 500% de 1995 a 2005. Segundo o Estudo de Capacidade de Suporte (ECS) e Indicadores de Sustentabilidade da APA- FN, realizado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em 2007, Fernando de Noronha recebe, de avião, uma média de 150 pessoas por dia, número que chega a 300 nos períodos de pico. De outubro a fevereiro, navios atracam no Porto trazendo uma carga diária de cerca de 650 turistas.

 

Um olho na beleza, outro no problema

Para sustentar o turismo crescente, Fernando de Noronha se desenvolve sacrificando, paradoxalmente, seu principal atrativo turístico: os recursos naturais. O ECS revela que o complexo turístico emergente na ilha sofre com a ameaça de um colapso geral e já extrapolou em vários aspectos o nível de risco. O arquipélago corre o risco de esgotar seus atributos naturais nas próximas décadas se não adotar um modelo sustentável de desenvolvimento. Os danos são reais e muitos deles irreversíveis.Considerando que a população de Noronha é de cerca de quatro mil pessoas, o ECS estima que a ilha opera com uma sobrecarga de dois mil habitantes. Este excedente populacional, juntamente com os conflitos socioambientais e o turismo descontrolado, têm tido consequências desastrosas para o sistema. Como exemplos, podem-se citar a geração excessiva de resíduos, a favelização, a falta de água, a desigualdade social e a perda de habitat de espécies endêmicas.

A fama de destino voltado para o ecoturismo mascara uma relação contraditória entre a imagem vendida de “paraíso ecológico” e a realidade vivida pelos moradores. Prova disto é a pegada ecológica de Fernando de Noronha, 14% maior que a média mundial (também de acordo com o ECS). Em 2006, chegou a 2,54 hectares per capita, enquanto a do Brasil foi de 2,1 e a do mundo, 2,23. Uma ilha considerada sustentável não produziria toda a sua energia em uma termelétrica, nem deixaria que fossem descartadas 3,5 toneladas de lixo por dia sem qualquer intervenção para o consumo consciente ou coleta seletiva, entre outras incoerências.

Neste contexto, é fundamental que o turista se conscientize sobre sua responsabilidade na reversão deste quadro. Pequenas atitudes podem amenizar os impactos ambientais e ainda agregar valor à sua experiência na ilha. Como, por exemplo, caminhar pelas areias douradas das praias em vez de alugar um buggy para ir até elas. Você pode pegar uma carona até o Boldró, por exemplo, (sim, a carona é uma prática muito comum por lá) e ir andando até a Baía dos Porcos, contemplando calmamente cada pedacinho do Americano, Bode e Cacimba do Padre em um mesmo dia.

Outra dica é economizar água e energia elétrica, itens que podem não faltar aos turistas, mas certamente são escassos para os moradores. Procure pousadas que reaproveitam a água e evite o consumo de produtos com embalagens descartáveis. Prefira a exclusividade dos destinos. Conhecer o Sancho com mais 15 pessoas a tiracolo pode não ter o mesmo encanto de se chegar ao alvorecer na Baía dos Golfinhos e andar até esta preciosidade noronhense, que estará completamente deserta. “Diante da beleza que magoa” *, respeite os limites da natureza e receba a melhor das recompensas: a tranqüilidade de quem contribuiu para salvar um dos lugares mais lindos do Brasil.

*Alice Watson é jornalista em Brasília e morou em Fernando de Noronha entre abril e julho de 2007. Voltou à região, tema de sua monografia de mestrado, em setembro de 2010.

**Citações da historiadora, poeta e admiradora de Fernando de Noronha, Marieta Borges.

Ação & Aventura

The www.acaoeaventura.com.br is a portal specialized in Sports of Action and Adventure, Sketches of Action and Adventure, Ecotourism, Environment. Our site is divided into thematic frames to facilitate the reading and visualization of the best videos of the sports you love, thus serving as an incentive and motivator for those who want to start an outdoor sports activity and be happier. In the Track Soundtrack we always bring the news of the sound that is playing in the best cities in the world, through the coverage of events and shows; At the Get in Shape Chart we always have the best tips on Nutrition, Physical Education, Aesthetics, Body and Mind, Fashion; In addition to the Photo Gallery, Weather Bulletin, Tabua de Maré and everything for you to improve the quality of life. A pioneer in this market in Northeastern Brazil, www.acaoeaventura.com.br is updated several times a month and aims to provide useful information, products and services, comprehensive and high added value. Through innovations such as the online coverage of events and the creation of specific products, www.acaoeaventura.com.br has managed to consolidate itself as a quality brand, becoming the benchmark in the Web. The site www.acaoeaventura .com.br is produced and managed by a team led by Ricardo Arantes Dubeux graduated in Civil Engineering and has been sailing since the age of five. Ricardo was the Idealizer, Producer and Presenter of the Action and Adventure Program of the Transamérica FM Radio stations of Recife / PE and João Pessoa / PB and Radio 98 FM - Natal / RN during the period of 2004 to 2006. He is considered one of the greatest supporters of Sports of Action and Adventure of Brazil and in the world, collecting to the site www.acaoeaventura.com.br important participations in national and international events, as for example: The world championships of the diverse sport modalities of action and adventure in Europe, South Africa , USA, among others ... Ricardo Arantes Dubeux Sailing Hobie Cat 16 It is worth mentioning that Ricardo Arantes Dubeux is sixth State champions of Hobie Cat 14, Champion of the Brazilian Ranking of Hobie Cat 14, Brazilian Deputy Champion of Hobie Cat 14 and Supercat 17, Third Place in the World Championship of Hobie Cat 14, was awarded the Green Card in the USA, in category E11, ALIEN OF EXTRAORDINARY ABILITIES, due to his achievements in yachting, street racing, cycling, among other sports that he has practiced since I was 5 years old. Between an adventure and another, Ricardo Dubeux supplies the site Action and Adventure. With a highly qualified and targeted audience, the portal offers several possibilities and advantages for its advertisers. Inside the site you may also find a virtual shopping mall and services. When setting up the site our main objective has always been, and will be, to encourage sports practice and consolidate outdoor activities, because they bring people closer to nature, to pleasure for simple things in life, putting into action a responsibility action contributing to the improvement of living conditions on our planet earth. 📷In the site all you need is adventurous spirit and passion for action and for nature, because the rest, the portal offers for you!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *

O www.acaoeaventura.com.br é um portal especializado em Esportes de Ação e Aventura, Roteiros de Ação e Aventura, Ecoturismo, Meio-Ambiente. O nosso site esta dividido em quadros temáticos para facilitar a leitura e visualização dos melhores vídeos dos esportes que você ama, servindo assim, de incentivador e motivador para quem quer iniciar uma atividade esportiva outdoor e ser mais feliz.

FACEBOOK