Velejador carioca Lucas Freitas, do Iate Clube do Rio de Janeiro, conquista o primeiro lugar na Seletiva de Optimist 2020

By / 1 mês ago / Sem categoria / No Comments
Velejador carioca Lucas Freitas, do Iate Clube do Rio de Janeiro, conquista o primeiro lugar na Seletiva de Optimist 2020

Fotos: Edgar Ramos/ICSC/Divulgação e Green Multimídia/Iate Clube de Santa Catarina 

Fonte:https://ndmais.com.br

Velejador carioca Lucas Freitas, do Iate Clube do Rio de Janeiro, conquista o primeiro lugar na Seletiva de Optimist 2020 e conquista a primeira vaga para o Campeonato Mundial de Optimist que será realizado em Garda, na Itália, de 01 à 11 de Julho.

Além do velejador Lucas Freitas, o Brasil será representado pela segunda colocada,a também carioca, Joana Gonçalves, do paulista Alex Kuhl, do catarinense Fernando Menezes e do gaúcho Gustavo Arjona Glimm.

Sistema de classificação:

O sistema de classificação para os campeonatos internacionais levaram em consideração os resultados do Campeonato Brasileiro, realizado em Porto Alegre, no mês de janeiro, e da Seletiva de Optimist, que foi disputada em Florianópolis. Assim como na programação da seletiva, o campeonato nacional contou com doze regatas e a fórmula utilizada para a definição das equipes é a seguinte: somam-se os resultados dos dois eventos e cada velejador descarta o pior resultado de cada uma das competições. Desta forma, entraram no somatório as onze melhores regatas do Campeonato Brasileiro e as onze melhores regatas da Seletiva.

Velejadores de Optimist definem as vagas no Mundial, Europeu e Norte-Americano. Veja aqui o resultado final da Seletiva de Optimist 2020:

RANKING-SELETIVO-2020-FINAL

The Optimists FINAL 2019 by  Myanmar Yachting Federation:

Optimist: Uma História para Vida

Por Henrique Lyrio Albuquerque

Junho de 2019

Saudações marinheiros! Como vocês sabem, há uma certa coisa que une a todos nós, e é esse maravilhoso esporte, a vela. E o que é que utilizamos para desfrutar desse amor, dessa conexão? Os barcos. Mais do que simples veículos, grandes portadores de amor e sonhos, conquistas e desafios. E agora falarei de um certo barco muitíssimo especial. Ele mesmo, o Optimist, nosso amado “caixotinho”, como dizem alguns. Todos vocês sabem como é um optimist. O casco de fibra, os equipamentos, a vela e etc. Mas o que vocês não sabem, é como ele chegou até essa forma. Suas origens, dados interessantes e etc., que lhes contarei de forma resumida aqui, neste relato, que entitulei como “Optimist: A História.”

Optimist: A História

O Começo… O caixote de madeira

Em 1947, o estadunidense Clark Mills, morador da cidade de Clearwater, na Flórida, havia criado um veículo marítimo improvisado. Eram caixotes de madeira com velas improvisadas, com os quais a rapazeada da cidade, disputava suas regatas, e anualmente o chamado “Derby dos Caixotes de Sabão”. Observando isso, os dirigentes do Clearwater Optimist Club, em 1948, decidiram fazer algo mais parecido com um barco, e daí saiu o atual modelo, que logo se espalhou pelo país. Seu nome (Optimist significa Otimista em português) se deve ao uso do barco em reabilitação de crianças num instituto.

Após observar os barcos, o dinamarquês Axel Damsgaard resolveu levar alguns modelos para a Europa. Após algumas ligeiras modificações, o Op logo se espalhou também pelo Velho Continente.

No ano de 1960, os designs tanto europeu quanto americano foram padronizados, até que em 1995, foi decidido um rígido design único, que é aquele dos nossos Op’s de hoje em dia. Sendo que, em agosto de 1965 foi fundada a associação internacional da classe, a IODA (International Optimist Dinghy Association).

Hoje em dia, várias fabricantes de barcos já surgiram, muitas delas extremamente conhecidas por nós. Aqui alguns desses “produtores de sonhos”: WINNER OPTIMIST; OPTI-X; NAUTIVELA; BLUEMAGIC; RIOTECNA; entre outros.

O Optimist no Brasil

O começo no Brasil com Bruder

Nos anos 70,e enfim, nossos amados caixotinhos chegam ao Brasil. E o mérito disso vai para três pessoas em especial. George Bungner, Castelo Branco e Sibile Buckup. Sibile teria organizado a classe, enquanto os outros dois executaram com primor a tarefa de divulgar o barco pelo país.

George “descobriu” o barco quando voava como um comandante pela Varig, e viu algumas crianças em Miami velejando no então chamado PRAM, que também foi levado para a Inglaterra e modificado, e essa versão europeia é que se tornaria o verdadeiro Optimist. Empolgado, ele resolveu trazer alguns desses barcos para o Brasil, que empolgado, queria lançar um novo esporte para crianças de quase qualquer classe econômica, pois o barco nada tinha de muito sofisticado.

Os barcos de madeira e velas coloridas

Então, já aqui, em parceria com Castelo Branco, na época diretor de vela do Caiçaras, no Rio de Janeiro, eles começaram a trabalhar para o início da nova classe, principalmente no quesito da divulgação. (Segundo George, Castelo se considerava o “pai” do Op no Brasil.)

E é também nesta época que surge Sibile, que então se torna a primeira Secretária Nacional da Classe Optimist, cargo que ocupou por três anos. Com ela, a classe finalmente conseguiu obter uma boa organização, e hoje conta com mais de mil barcos registrados, embora menos da metade esteja realmente ativa. E logo no primeiro Campeonato Brasileiro, em 1973, na Baía de Guanabara, Rio de Janeiro, já competiram 120 barcos! E esse sucesso seria ainda maior na edição seguinte, com 150 barcos participando! A classe havia chegado para ficar.

O OP EM SI.

Como todos já sabem, o Optimist é um barco recomendado para crianças e jovens de 7 a 15 anos, com não mais do que 60kg. Isso se deve ao seu formato retangular e a proa plana, o que impede velocidades extremas. O Optimist é também característico por sua vela do tipo carangueja e o fino cilindro fechado que em diagonal prende a vela trapezoidal, a espicha, também conhecida como pique.

Obviamente, ele não seria recomendado para crianças tão novas se não fosse essa segurança, e é essa característica, além de sua estabilidade e seu preço acessível(mais barato do que alguns smartphones dos dias atuais), que o fazem uma das classes da vela mais difundidas pelo mundo.

Média das dimensões

Tipo de vela: Vela do tipo carangueja

Comprimento total: 2,34m

Largura: 1,13 m

Peso: 35 kg

 Área vélica: 3,25m²

 Tripulação: 1 Pessoa, de 25kg a 60Kg

Nos próximos parágrafos, falarei um pouco sobre as transformações sofridas por partes específicas do barco.

Winner… Um sonho para muitos

CASCO: O Optimist tem um casco em forma de caixote, originalmente formado principalmente a partir de cinco peças de madeira compensada. Era o maior casco que Clark Mills poderia fazer. Na frente da caverna central fica a caixa de bolina, onde a mesma fica durante o velejo. Logo atrás da caverna ficam alojados os moitões da escota, sendo um uma catraca. No centro da bancada fica a enora onde é encaixado o mastro, que fica apoiado no pé de mastro que é fixado no fundo do barco. Detalhe, o cabo de amarração de barco, mais conhecido como cabo de reboque, fica amarrado no pé de mastro. Os flutuadores, comumente chamados de salsichões, são presos por alças em ambos os lados da proa e na popa, para garantir a flutuabilidade do barco caso ele vire. Duas alças, fixadas na caverna central e no fundo do barco, na popa(nossas alças de escora), que trabalhando em conjunto com a extensão do leme, permitem que o velejador utilize melhor seu peso ao “jogar” seu corpo para fora do barco(escorar). Este movimento é crucial para que o barco se mantenha na posição mais horizontal possível nos ventos fortes, aumentando a velocidade e a manobrabilidade. Hoje em dia, a grande maioria dos cascos são feitos de fibra(em geral de vidro), mas ainda é possível encontrar e construir os de madeira. Podem ser encontrados barcos de “escolinha” feitos de fibra como os de regata, mas estes não devem ser utilizados em competições. A maior parte do casco tem aproximadamente 5mm de espessura, reforçado pela caverna central, bancada e verdugo.

One Sails, uma das preferiadas em 2019

VELA: A única vela do Optimist é do tipo carangueja, com espicha e 2 talas. É presa e com os “cabinhos” ao longo do mastro e ao longo da retranca, puxada para baixo firmemente pelo burro. A espicha estica a vela através de um laço no pico da vela onde prendemos uma de suas pontas, enquanto a outra repousa no olho de um cabo curto ou corda que trava ao longo da borda dianteira do mastro. Levantando e abaixando a espicha e ajustando o burro permitimos a adaptação da guarnição da vela a uma escala de condições do vento.

O símbolo da classe, presente na vela, é formado pelas letras I e O sobrepostas, por causa da IODA.

Performance e o Futuro

A classe com mais barcos e maior nível técnico

Como velejadores de Op podem ser bem pequenos/leves(tipo, 25kg), estes utilizam uma vela bem pequena se comparada com outras classes, portanto, aqueles maiores e mais pesados (40 kg ou mais) podem passar a sentir problemas em, velejar nele, pois o barco fica apertado, e surgem maiores dificuldades para competir em ventos mais fracos, o que pode tornar as regatas meio maçantes.O outro problema com Optimists é que eles não têm qualquer sistema de drenagem e sua cabine aberta torna mais fácil encher-se com água, em ventos fortes e grandes ondas.

Por isso, a grande maioria dos velejadores, após deixarem o Op, passam a velejar em classes da vela jovem, como o Laser, o 29er e o 420. Depois de correr no Optimist, na Nova Zelândia, é comum que os marinheiros progridam para a classe P, projetada localmente, e para o Starling dinghy ‘ s. Há também aqueles com parentes e/ou amigos que possuem barcos grandes, e rumam para a vela oceânica, além da opção exclusiva nossa, aqui no Brasil. Para aqueles que buscam mais a diversão do que o profissionalismo, há sempre a Classe Dingue a espera.

=============================================================================

Florianópolis, 06 de março de 2020

Mas o penúltimo dia de competições da Seletiva de Optimist exigiu mais uma vez dos atletas em Jurerê. Logo às 12h a flotilha foi para água, mas a falta de ventos obrigou os velejadores a retornarem para terra a espera de melhores condições. A espera foi positiva e três horas mais tarde a comissão conseguiu realizar duas regatas somando nove até o momento. O dia de vento sudeste com 8-10 nós foi muito bom para os atletas do Iate Clube de Santa Catarina que estão muito bem na disputa por vagas nos Campeonatos Mundial, Europeu e Norte-Americano.

Destaque entre os velejadores do Veleiros da Ilha para a atleta Clara Matheus nesta sexta-feira. Com um 2º e um 5º lugar nas duas regatas a catarinense subiu muitas posições e agora ocupa a sétima posição na classificação acumulada entre Brasileiro e Seletiva. Dessa forma ela está na faixa de classificação para o Cameponato Europeu e com boas chances de classificar-se para o Mundial. Quem também está na disputa por vaga no Mundial é Fernando Menezes, que nesta sexta teve um terceiro lugar em sua melhor regata e ocupa a quinta posição no acumulado, ficando, até o momento com um das cinco vagas para o Mundial.

Além disso, o Veleiros da Ilha tem mais dois atletas na faixa de classificação para as competições internacionais. Guilherme Menezes (14º no acumulado) e João Marcelo Carlin (26º no acumulado) ocupam as vagas no Norte-Americano até o momento. Além dos quatro velejadores, o ICSC conta ainda com a participação de Davi Neves (29º), Livia Nogueira (33ª), Arthur Back (49º), Luana da Silva (50ª) e Gabriel Vantajo (59º) na competição.

Neste sábado estão previstas as últimas regatas da Seletiva de Optimist com início às 12h

 

Sistema de classificação:

O sistema de classificação para os campeonatos internacionais leva em consideração os resultados do Campeonato Brasileiro, realizado em Porto Alegre, no mês de janeiro, e da Seletiva de Optimist, que será disputado em Florianópolis. Assim como na programação da seletiva, o campeonato nacional contou com doze regatas e a fórmula utilizada para a definição das equipes é a seguinte: somam-se os resultados dos dois eventos e cada velejador descarta o pior resultado de cada uma das competições. Desta forma, entram no somatório as onze melhores regatas do Campeonato Brasileiro e as onze melhores regatas da Seletiva.

 

Programação em Jurerê:

Entre terça e sábado acontecem as regatas. Poderão ser realizadas, no máximo, quatro regatas no mesmo dia para a os Veteranos e duas para os Estreantes. Todos os dias será realizada a reunião de timoneiros, sempre a partir das 11h, no Restaurante da Sede Oceânica.

 

Serviço: Seletiva da Classe Optimist 2020

Data: 3 a 7 de março

Local: Sede Oceânica do Veleiros da Ilha, em Jurerê

Horários: 13h (todos os dias)

 

O que está em disputa:

 

Campeonato Mundial (cinco vagas – 1º ao 5º)

Local: Garda, Itália

Data: 1 a 11 de julho

 

Campeonato Europeu (quatro vagas – 6º ao 9º)

Local: Tallinn, Estônia

Data: 22 a 29 de junho

 

Campeonato Norte Americano (vinte vagas)

Local: Cancun, México

Data: 11 a 18 de outubro

 

————————————————————————————————————————————-Três regatas foram realizadas nesta quarta-feira (4), em Jurerê

Começou nesta quarta-feira (4) a Seletiva de Optimist em Jurerê, na Sede Oceânica do Veleiros da Ilha. Após o primeiro dia sem competições devido ao mau tempo, os velejadores foram para água para três regatas e mais uma vez precisaram ter paciência. O vento demorou a firmar e a primeira largada foi dada apenas após as 15h. Ao final do dia, o atleta Fernando Menezes, do Iate Clube de Santa Catarina, aparece como líder da competição com 9 pontos perdidos.

“O dia exigiu bastante dos velejadores. O vento apareceu após às 15h, com direção sudeste, de 8 a 10 nós. Realizamos duas regatas e na terceira foi necessário mudar a raia, pois o vento rondou para sul de 12 a 14 nós”, explica Ricardo Navarro, presidente da Comissão de Regatas.

Com os resultados do primeiro dia, o Iate Clube de Santa Catarina colocou dois velejadores entre os cinco primeiros colocados na disputa. Além de Fernando Menezes, que lidera a competição, Clara Matheus aparece na quarta posição (1ª entre as meninas). Ainda entre os catarinenses, Guilherme Menezes ocupa a 20º posição, seguido por Davi Neves (21º), Livia Nogueira (40º), João Carlin (43º), Gabriel Vantajo (50º), Luana da Silva (57º) e Arthur Back (61º).

“Esperar para o começo das regatas é sempre complicado, mas eu estava bem concentrado. Arrisquei para a direita hoje nas regatas e me dei bem. Agora é continuar focado para conseguir bons resultados”, falou Fernando Menezes após o término do primeiro dia. Com os resultados provisórios, Fernando Menezes aparece na lista dos cinco classificados para o Campeonato Mundial. No entanto, ainda restam nove regatas para o término e a classificação será decidida somente no último dia.

Para essa quinta-feira (5) estão previstas mais três regatas, com início às 12h.

 

Sistema de classificação:

O sistema de classificação para os campeonatos internacionais leva em consideração os resultados do Campeonato Brasileiro, realizado em Porto Alegre, no mês de janeiro, e da Seletiva de Optimist, que será disputado em Florianópolis. Assim como na programação da seletiva, o campeonato nacional contou com doze regatas e a fórmula utilizada para a definição das equipes é a seguinte: somam-se os resultados dos dois eventos e cada velejador descarta o pior resultado de cada uma das competições. Desta forma, entram no somatório as onze melhores regatas do Campeonato Brasileiro e as onze melhores regatas da Seletiva.

 

Programação em Jurerê:

Entre terça e sábado acontecem as regatas. Poderão ser realizadas, no máximo, quatro regatas no mesmo dia para a os Veteranos e duas para os Estreantes. Todos os dias será realizada a reunião de timoneiros, sempre a partir das 11h, no Restaurante da Sede Oceânica.

 

Serviço: Seletiva da Classe Optimist 2020

Data: 3 a 7 de março

Local: Sede Oceânica do Veleiros da Ilha, em Jurerê

Horários: 13h (todos os dias)

 

O que está em disputa:

 

Campeonato Mundial (cinco vagas – 1º ao 5º)

Local: Garda, Itália

Data: 1 a 11 de julho

 

Campeonato Europeu (quatro vagas – 6º ao 9º)

Local: Tallinn, Estônia

Data: 22 a 29 de junho

 

Campeonato Norte Americano (vinte vagas)

Local: Cancun, México

Data: 11 a 18 de outubro

 

================================================================================

A falta de ventos e a chuva forte no meio da tarde obrigaram a Comissão a cancelar as regatas programadas para essa terça-feira aumentando a ansiedade dos jovens atletas que estão em Florianópolis

 

O primeiro dia da Seletiva de Optimist não foi bem como os velejadores gostariam. A falta de ventos e a chuva forte no meio da tarde obrigaram a Comissão a cancelar as regatas programadas para essa terça-feira aumentando a ansiedade dos jovens atletas que estão em Florianópolis para brigar por vagas nas competições internacionais. Com isso é muito provável que sejam realizadas três regatas por dia até o término do evento (sábado), totalizando 12.

 

 

“Fizemos o possível para realizar regatas hoje (terça), mas o vento não correspondeu. Os velejadores chegaram a entrar na água, mas os ventos rondados e a chuva não permitiram que nenhuma regata fosse realizada”, explica Ricardo Navarro, Presidente da Comissão de Regatas da Seletiva de Optimist. “Vamos manter o horário de início para os próximos dias (13h) e tentar fazer três regatas em cada um deles até o final da competição. Esse evento é muito importante, pois define as equipes brasileiras e precisamos fazer as regatas nas melhores condições possíveis”, complementa.

 

Ao todo mais de 80 velejadores estão inscritos na competição que ocorre até o próximo sábado na Sede Oceânica do Iate Clube de Santa Catarina, em Jurerê. Estão representados os seguintes estados: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

 

Sistema de classificação:

 

O sistema de classificação para os campeonatos internacionais leva em consideração os resultados do Campeonato Brasileiro, realizado em Porto Alegre, no mês de janeiro, e da Seletiva de Optimist, que será disputado em Florianópolis. Assim como na programação da seletiva, o campeonato nacional contou com doze regatas e a fórmula utilizada para a definição das equipes é a seguinte: somam-se os resultados dos dois eventos e cada velejador descarta o pior resultado de cada uma das competições. Desta forma, entram no somatório as onze melhores regatas do Campeonato Brasileiro e as onze melhores regatas da Seletiva.

 

Programação em Jurerê:

 

Entre terça e sábado acontecem as regatas. Poderão ser realizadas, no máximo, quatro regatas no mesmo dia para a os Veteranos e duas para os Estreantes. Todos os dias será realizada a reunião de timoneiros, sempre a partir das 11h, no Restaurante da Sede Oceânica.

 

Serviço: Seletiva da Classe Optimist 2020

Data: 3 a 7 de março

Local: Sede Oceânica do Veleiros da Ilha, em Jurerê

Horários: 13h (todos os dias)

 

O que está em disputa:

 

Campeonato Mundial (cinco vagas – 1º ao 5º)

Local: Garda, Itália

Data: 1 a 11 de julho

 

Campeonato Europeu (quatro vagas – 6º ao 9º)

Local: Tallinn, Estônia

Data: 22 a 29 de junho

 

Campeonato Norte Americano (vinte vagas)

Local: Cancun, México

Data: 11 a 18 de outubro

 

==============================================================================

 

O Cabanga Iate Clube de Pernambuco, maior clube náutico do Norte Nordeste,  já está pronto para mais um desafio na vela nacional. A partir da próxima terça-feira (3), seis atletas do nosso clube iniciam a disputa da Seletiva de Optimist, em Florianópolis/SC, que segue até o sábado (7). Representarão Pernambuco os velejadores Antônio da Fonte, João Cardoso, Júlio César Avellar, Miguel Andrade, Milena Araújo e Valentina Guimarães.

 

Cerca de 80 atletas participam da Seletiva de Optimist, que reúne velejadores de até 15 anos, para a definição dos classificados para três competições internacionais em 2020: Campeonato Mundial, Campeonato Europeu e Campeonato Norte-Americano. O evento faz parte do calendário nacional da classe de entrada dos jovens velejadores na vela competitiva e segue até o sábado (7) na raia de Jurerê.

 

A Seletiva de Optimist conta com cinco dias de competição em Jurerê e, ao todo, estão programadas 12 regatas para a categoria Veterano e 8 para os Estreantes. Em jogo estão cinco vagas para o Campeonato Mundial, que acontece entre os dias 1 e 11 de julho, em Garda, na Itália; quatro vagas para o Campeonato Europeu, marcado entre 22 e 29 de junho, em Tallin, na Estônia; vinte vagas para o Campeonato Norte Americano, programado para ocorrer entre os dias 11 e 18 de outubro, em Cancun, no México. Vale ressaltar que as vagas em jogo para os campeonatos internacionais são exclusivas para os Veteranos.

 

“Estamos muito contentes em receber mais um grande evento em nossa Sede Oceânica. Nos últimos meses realizamos grandes disputas em Jurerê, como o Circuito Oceânico, a Copa Brasil de Vela e o próprio Sul-Brasileiro de Optimist. A Seletiva é um dos eventos mais importantes do calendário da vela nacional, pois define as equipes brasileiras para os campeonatos internacionais. O Veleiros da Ilha sempre estará de portas abertas para sediar competições deste porte”, avalia Rodrigo Ruhland, Vice-Comodoro de Eventos do Iate Clube de Santa Catarina.

 

Sistema de classificação:

 

O sistema de classificação para os campeonatos internacionais leva em consideração os resultados do Campeonato Brasileiro, realizado em Porto Alegre, no mês de janeiro, e da Seletiva de Optimist, que será disputado em Florianópolis. Assim como na programação da seletiva, o campeonato nacional contou com doze regatas e a fórmula utilizada para a definição das equipes é a seguinte: somam-se os resultados dos dois eventos e cada velejador descarta o pior resultado de cada uma das competições. Desta forma, entram no somatório as onze melhores regatas do Campeonato Brasileiro e as onze melhores regatas da Seletiva.

 

Programação em Jurerê:

 

As regatas da Seletiva de Optimist começam na terça-feira (3), mas a programação do evento tem início antes com a recepção dos primeiros atletas em Jurerê. Para domingo (1) e segunda (2) estão programadas as medições e confirmações de inscrição das 9h às 18h, também na Sede Oceânica do Veleiros da Ilha.

 

Entre terça e domingo acontecem as regatas. Poderão ser realizadas, no máximo, quatro regatas no mesmo dia para a os Veteranos e duas para os Estreantes. Todos os dias será realizada a reunião de timoneiros, sempre a partir das 11h, no Restaurante da Sede Oceânica.

 

Serviço: Seletiva da Classe Optimist 2020

Data: 3 a 7 de março

Local: Sede Oceânica do Veleiros da Ilha, em Jurerê

Horários: 13h (todos os dias)

 

Em disputa:

 

Campeonato Mundial (cinco vagas – 1º ao 5º)

Local: Garda, Itália

Data: 1 a 11 de julho

 

Campeonato Europeu (quatro vagas – 6º ao 9º)

Local: Tallinn, Estônia

Data: 22 a 29 de junho

 

Campeonato Norte Americano (vinte vagas)

Local: Cancun, México

Data: 11 a 18 de outubro

 

The Many Reasons to sail an Optimist  by  Yannick Bongaerts:

BONS VENTOS GURIZADA!

 

Informações para a Imprensa

Maurício Júnior

mauricio.junior@alcancecomunicacao.com.br

81 | 98873-5777Clauber Santana

81 | 98840-5163Matheus Cunha

81 | 99656-9368

Ação & Aventura

The www.acaoeaventura.com.br is a portal specialized in Sports of Action and Adventure, Sketches of Action and Adventure, Ecotourism, Environment. Our site is divided into thematic frames to facilitate the reading and visualization of the best videos of the sports you love, thus serving as an incentive and motivator for those who want to start an outdoor sports activity and be happier. In the Track Soundtrack we always bring the news of the sound that is playing in the best cities in the world, through the coverage of events and shows; At the Get in Shape Chart we always have the best tips on Nutrition, Physical Education, Aesthetics, Body and Mind, Fashion; In addition to the Photo Gallery, Weather Bulletin, Tabua de Maré and everything for you to improve the quality of life. A pioneer in this market in Northeastern Brazil, www.acaoeaventura.com.br is updated several times a month and aims to provide useful information, products and services, comprehensive and high added value. Through innovations such as the online coverage of events and the creation of specific products, www.acaoeaventura.com.br has managed to consolidate itself as a quality brand, becoming the benchmark in the Web. The site www.acaoeaventura .com.br is produced and managed by a team led by Ricardo Arantes Dubeux graduated in Civil Engineering and has been sailing since the age of five. Ricardo was the Idealizer, Producer and Presenter of the Action and Adventure Program of the Transamérica FM Radio stations of Recife / PE and João Pessoa / PB and Radio 98 FM - Natal / RN during the period of 2004 to 2006. He is considered one of the greatest supporters of Sports of Action and Adventure of Brazil and in the world, collecting to the site www.acaoeaventura.com.br important participations in national and international events, as for example: The world championships of the diverse sport modalities of action and adventure in Europe, South Africa , USA, among others ... Ricardo Arantes Dubeux Sailing Hobie Cat 16 It is worth mentioning that Ricardo Arantes Dubeux is sixth State champions of Hobie Cat 14, Champion of the Brazilian Ranking of Hobie Cat 14, Brazilian Deputy Champion of Hobie Cat 14 and Supercat 17, Third Place in the World Championship of Hobie Cat 14, was awarded the Green Card in the USA, in category E11, ALIEN OF EXTRAORDINARY ABILITIES, due to his achievements in yachting, street racing, cycling, among other sports that he has practiced since I was 5 years old. Between an adventure and another, Ricardo Dubeux supplies the site Action and Adventure. With a highly qualified and targeted audience, the portal offers several possibilities and advantages for its advertisers. Inside the site you may also find a virtual shopping mall and services. When setting up the site our main objective has always been, and will be, to encourage sports practice and consolidate outdoor activities, because they bring people closer to nature, to pleasure for simple things in life, putting into action a responsibility action contributing to the improvement of living conditions on our planet earth. 📷In the site all you need is adventurous spirit and passion for action and for nature, because the rest, the portal offers for you!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *

O www.acaoeaventura.com.br é um portal especializado em Esportes de Ação e Aventura, Roteiros de Ação e Aventura, Ecoturismo, Meio-Ambiente. O nosso site esta dividido em quadros temáticos para facilitar a leitura e visualização dos melhores vídeos dos esportes que você ama, servindo assim, de incentivador e motivador para quem quer iniciar uma atividade esportiva outdoor e ser mais feliz.

FACEBOOK