Hans e Karina Hutzler levaram Pernambuco ao topo do nacional na classe Dingue

Hans e Karina Hutzler levaram Pernambuco ao topo do nacional na classe Dingue
Fonte:Assessoria de Comunicação do Cabanga
Velejadores do Cabanga faturam Brasileiro de Dingue
 
Após quatro dias acirrados de competição em Ilhabela, São Paulo, durante a disputa do Campeonato Brasileiro de Dingue, a dupla do Cabanga, Hans e Karina Hutzler, faturou a medalha de ouro da competição nacional, neste domingo (5 de novembro). Os dois encerraram a competição com 39 pontos perdidos. O casal Hutzler ainda faturou o título na categoria Dupla Mista.
 
O clube pernambucano ainda conquistou a medalha de bronze no geral, desta vez com Leonardo Almeida e Sofia Hutzler, que também foram campeões na categoria Sênior. Na categoria Estreante, também teve velejador do Cabanga no pódio: prata para José Araújo e Jhonas Gomes.
 
Resultados Cabanga:
 
Geral:
 
1º – Hans e Karina Hutzler
3º – Leo Almeida e Sofia Hutzler
15º – Renata Gama e Jaques Guerra
18º – René Hutzler / Alan Godinho
24º – José Araújo / Jhonas Gomes
33º – João Limeira / Luiza Limeira
42º – Roberto Araújo / Alexandre Mercanti
Leonardo Almeida e Sofia Hutzler faturam o Campeonato Pernambucano de 2017

Por Leonardo Neves Almeida

Foto:Tsuey Lan Bizzocchi/Cabanga

O Cabanga Iate Clube de Pernambuco sediou e encerrou mais um Campeonato Pernambucano da Classe Dingue no último sábado, 21/10/2017, data da realização da quarta e última etapa do torneio. Foram duras as condições de tempo enfrentadas pelos atletas, com rajadas na casa dos 18 nós e mar bastante agitado. Dos 10 dingues que compareceram nessa etapa, 4 sofreram avarias em decorrência do esforço ao qual os barcos foram submetidos, mas nem isso afastou os velejadores da última competição antes do Campeonato Brasileiro de nossa classe (de 3 a 5 de novembro deste ano).Dingue - fotos Tsuey Lan Bizzocchi-2

Quanto aos percursos utilizados, a Comissão de Regatas decidiu armar os trajetos trapezoidal (Outerloop) na primeira regata e barla-sota na segunda, variação decorrente do fato de ainda não ser terem sido divulgados os formatos que serão empregados no torneio nacional. Assim, a flotilha teve a oportunidade de treinar duas das formas possíveis de montagem de raia que poderão vir a ser utilizadas em Ilhabela.

***Primeira regata***

Os barcos Intrépido (Luciana Raposo / Ana Lúcia Monteiro), Caso Sério (Hans e Karina Hutzler) e Kamikaze (Leonardo Almeida / Sofia Hutzler) saíram na frente, havendo o Intrépido queimado a largada. Curiosamente, Caso Sério e Kamikaze (que não escaparam) retornaram à linha de partida e começaram novamente a regata em desvantagem. Apesar da marcação oferecida pelo Black (René Hutzler / Alan Godinho) durante o primeiro contravento, montaram na frente o Caso Sério e o Kamikaze, seguidos pelo Black, Intrépido (que já estava desclassificado pela partida irregular) e Ver o Mar (André Verona / Roberto Xavier).

Dingue - fotos Tsuey Lan Bizzocchi-3

Mantidas as posições no primeiro través, o primeiro popa viu os dois líderes cometendo um equívoco quanto à posição da marca seguinte, dando espaço para o Black, que não errou, tomar a liderança. Ao montarem a boia para o segundo contravento, Black liderava, seguido por Kamikaze, Caso Sério, Intrépido (OCS), Ver o Mar e Gudino II (José Araújo / Tiago Melo) . Contudo, o Kamikaze e o Caso Sério desenvolveram maior velocidade no decorrer dessa perna e, com os três veleiros trabalhando o bordo da esquerda, o Kamikaze ultrapassou o Black, com o Caso Sério tendo eliminado toda a diferença para o então vice-líder. Montaram a boia para o 2o popa, portanto, Kamikaze – Black – Caso Sério.

Durante esse segmento, Black e Caso Sério se aproximaram do Kamikaze, porém não o suficiente para tomar a liderança. Montando a boia de popa para o segundo través, o Kamikaze acelerou e recuperou a distância então diminuída, com o Caso Sério assumindo a vice-liderança. Para infortúnio dos atuais campeões N/NE, uma avaria no leme acabou por eliminar o Caso Sério a pouco mais de uma perna de distância da linha de chegada, retirando-o também da segunda disputa do dia. O Black assumiu a vice liderança na regata (e no campeonato) e o Ver o Mar chegou em terceiro, seguido pelo Gudino II, Onça (Henrique Mousinho / Danilo Martinez) e pelo Energia (Roberto Araújo / Erisson Luiz), destaque do dia, que superou e trabalhou em torno de uma quebra na cana do leme para completar a prova.

Estiveram presentes mas não completaram a prova o Intrépido (OCS e teve um problema no tope do mastro), Pegasus (Alexandre Motta / Emir Falangola, quebra no leme), Moleque (Theo Gouveia / Cida Levino) e Caso Sério.

***Segunda Regata***

Com a flotilha reduzida, o Kamikaze partiu na frente, seguido pelo Black, Gudino II, Ver o Mar e Onça. O percurso barla-sota trouxe uma menor variação de posições quando comparado à primeira regata do dia, havendo o Kamikaze e o Black tomado decisões diametralmente opostas em relação ao lado da raia a ser trabalhado – enquanto Leonardo e Sofia optaram pela esquerda, René e Alan foram pela direita. Mais sorte restou para o Kamikaze, o qual abriu certa vantagem no primeiro contravento e a ampliou no segundo, vencendo a prova. Contudo, o Black também se isolou na segunda posição, abrindo larga distância para o terceiro colocado da prova, Onça. Gudino II chegou em quarto e o Ver o Mar, com dificuldades no vento intenso, finalizou o score chegando na quinta posição.

***

Envio em arquivo anexo o resultado final deste campeonato, o qual, a cada ano, se torna mais competitivo e imprevisível. As cinco primeiras posições foram ocupadas pelos veleiros:

1 – Kamikaze (Leonardo Almeida / Sofia Hutzler) – 5 pts

2 – Black (René Hutzler / Alan Godinho) – 15 pts

3 – Caso Sério (Hans Hutzler / Karina Hutzler) – 21 pts

4 – Gudino II (José Araújo / Jhonas Gomes) – 27 pts

5 – Ver o Mar (André Verona / Roberto Xavier) – 30 pts

Súmula aqui: CAMPEONATO PERNAMBUCANO 2017 FINAL

Nossa próxima disputa será o Campeonato Brasileiro (3 a 5 de novembro em Ilhabela/SP), para o qual o Cabanga Iate Clube de Pernambuco enviará sete duplas, recorde nos dezessete anos de existência da flotilha.

Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Ilhabela Secretaria Municipal de Esportes, lazer e Recreação. Rua Antonio Carlos Aires da Fé, 55 – Barra Velha – Ilhabela – SP. Tel. (12) 3896-6737/38961765 – Email: esportes@ilhabela.sp.gov.br

http://www.classedingue.com.br/index_arquivos/1%20AR%20Brasileiro%20de%20Dingue%202017%20-%20Ilhabela%20SP.pdf

Ação e Aventura -Domingo, 16/10/2016 – etapa final do XVII Campeonato Pernambucano da Classe Dingue, com etapas realizadas pelo Cabanga Iate Clube (1a e 3a) e Iate Clube de Itamaracá (2a). O dia ofereceu ventos de 12 a 15 nós, direção sudeste, com mar deveras agitado, ou seja, um grande desafio para todos os barcos inscritos.

Dingue MOLEQUE - Marcelo Souza e Theo Gouveia, campeões na categoria Estreante

Dingue MOLEQUE – Marcelo Souza e Theo Gouveia, campeões na categoria Estreante

As condições de tempo dificultaram a vida dos velejadores com menos experiência, mas mesmo os atletas com anos de treino tiveram que se esforçar bastante para ter um bom desempenho.

Campeão Pernambucano de Dingue 2016, Leonardo Neves Almeida fala um pouco sobre suas conquistas na classe:

Os dingues Caso Sério (Hans Hutzler/Helena Granja – substituindo Karina Hutzler) e Kamikaze (Leonardo Almeida/Miguel Andrade) protagonizaram o que foi provavelmente a maior disputa dos últimos anos. Enquanto o Caso Sério apresentava franca vantagem e abria distância no contravento, a situação se invertia com o rendimento do Kamikaze no popa. Na primeira regata o dingue timoneado por Hans Hutzler levou a melhor; na segunda, o Kamikaze venceu por 1,5 segundos.

Dingue PEGASUS - Alexandre Motta e Alexsandro Bispo

Dingue PEGASUS – Alexandre Motta e Alexsandro Bispo

O veleiro Black (René Hutzler/Alan Godinho) segurou bem a terceira posição, se aproximando especialmente na primeira regata, quando o Caso Sério e o Kamikaze se enfrentavam numa sequência infindável de bordos no segundo contravento. O Intrépido (Luciana Raposo/Ana Lúcia Monteiro) ofereceu dificuldade nas duas regatas, com diferença de poucos metros na chegada da primeira, garantindo a quarta posição em ambas as provas.

Dingues KAMIKAZE e CASO SÉRIO, Campeão e Vice-Campeão pernambucanos

Dingues KAMIKAZE e CASO SÉRIO, Campeão e Vice-Campeão pernambucanos

Na quinta posição, tivemos Paulo Andrade/Francisco Andrade (1a regata) e o Fort-Álamo (Amadeu Palha/Renata Palha) na segunda.

Resultado Final do Campeonato:

Geral:

1o Lugar – KAMIKAZE – Leonardo Almeida / Miguel Andrade

2o Lugar – CASO SÉRIO – Hans Hutzler / Karina Hutzler

3o Lugar – BLACK – René Hutzler / Alan Coutinho

4o Lugar – BEAUTIFUL KILLER – Marina Hutzler / Helena Granja

5o Lugar – INTRÉPIDO – Luciana Raposo / Ana Lúcia Monteiro

Clássicos:

1o Lugar – FORT-ÁLAMO (Amadeu Palha / Renata Palha)

2o Lugar – JAVALI (Henrique Mousinho / Flávio Albuquerque)

3o Lugar – PEGASUS (Alexandre Motta / Alexsandro Bispo)

Estreante:

1o Lugar: MOLEQUE (Marcelo Souza / Theo Gouveia)

Dupla Mista:

1o Lugar: CASO SÉRIO (Hans Hutzler / Karina Hutzler)

Feminino:

1o Lugar: BEAUTIFUL KILLER (Marina Hutzler / Helena Granja)

1.5: 

1o Lugar: MUNGANGA (Clóvis Holanda/Jorge Fabrício)

G. Master:

1o Lugar: PAPA-VENTO (Roberto Araújo / Erisson Luiz)

Master:

1o Lugar: FORT-ÁLAMO (Amadeu Palha / Renata Palha)

Senior:

1o Lugar: KAMIKAZE (Leonardo Almeida/Miguel Andrade)

A súmula completa do Campeonato Pernambucano de Dingue 2016 você confere aqui nesse link:

http://facebook.com/dinguepernambuco

A classe Dingue é caracterizada por um veleiro projetado para ser a perfeita fusão entre lazer e competição. O barco é utilizado largamente em escolas de vela para adultos por todo o Brasil, pois é um dos modelos mais estáveis e descomplicados no mercado de monotipos. Os principiantes que conhecem a categoria podem perceber o fácil acesso que o Dingue proporciona à vela, com aulas seguras que viabilizam o aprendizado cuidadoso e detalhista.

Dingue INTRÉPIDO - Luciana Raposo e Ana Lúcia Monteiro

Dingue INTRÉPIDO – Luciana Raposo e Ana Lúcia Monteiro

Por conta dessa simplicidade, a equipe pernambucana tem crescido exponencialmente nesses últimos anos, contando com novos e antigos velejadores com os mais diversos perfis. Esta modalidade é considerada extremamente versátil, pois engloba pessoas de todas as idades e com os mais diversos interesses: dos passeios do final de semana até disputas com altíssimo nível técnico.

Dingue BLACK - René Hutlzer e Alan Godinho

Dingue BLACK – René Hutlzer e Alan Godinho

Com escolas de vela espalhadas por todo o litoral pernambucano, a vela pernambucana tem na classe Dingue um de seus maiores expoentes, e se encontra de braços abertos para atender quem deseje se juntar a esse esporte que se traduz em respeito à natureza, amor ao mar e, principalmente, diversão.

Partida da primeira regata do dia 16/01/2016

Partida da primeira regata do dia 16/01/2016

Escolas de Vela em Pernambuco:

Iate Clube de Itamaracá

– Contato: Bruna Martinelli – 9.8829-2968

Clube Sargento Wolff:

– Contato: Carlos Henrique Mousinho – 9.9953-7545

Cabanga Iate Clube: 

– Contato: Ítalo Silva: 9.9548-8722

Nosso portal www.acaoeaventura.com.br parabeniza todos os participantes da Flotilha Pernambucana de Dingue pelo belo trabalho durante esses quase 16 anos, inclusive conquistando o inédito Campeonato Brasileiro da Classe esse ano, com Leonardo Neves Almeida. Vocês estão no rumo certo! BONS VENTOS!

Esse vídeo é em homenagem a vocês guerreiros:

 

 

Ação & Aventura

Somos um portal especializado em Esportes de Ação e Aventura, Roteiros de Ação e Aventura, Ecoturismo e Meio-Ambiente. Nosso conteúdo é atualizado por uma equipe que, assim como você, é amante dos esportes de Ação e Aventura!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *

O www.acaoeaventura.com.br é um portal especializado em Esportes de Ação e Aventura, Roteiros de Ação e Aventura, Ecoturismo, Meio-Ambiente. O nosso site esta dividido em quadros temáticos para facilitar a leitura e visualização dos melhores vídeos dos esportes que você ama, servindo assim, de incentivador e motivador para quem quer iniciar uma atividade esportiva outdoor e ser mais feliz.

FACEBOOK