Velejador Ricardo Dubeux comenta a largada da Regata Internacional Recife -Fernando de Noronha 2017

By / 3 semanas ago / BRASIL / No Comments
Velejador Ricardo Dubeux comenta a largada da Regata Internacional Recife -Fernando de Noronha 2017
Fonte:Assessoria de Comunicação do Cabanga
Foto: DivulgaçãoVelejador
WhatsApp Image 2017-10-01 at 01.38.58
01h30 do dia 01 de Outubro
Neste exato momento os barcos estão na altura da cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, e a regata tem uma nova liderança que é do veleiro pernambucano Paturuzu seguindo do veleiro Camiranga que nesse momento ocupa o segundo lugar. Na ultima hora de regata o veleiro pernambucano Paturuzu veio diminuindo a distancia do líder numa velocidade alucinante e ultrapassou o Camiranga que liderou a prova por quase 12h. Em terceiro lugar vem o veleiro Morereh e o Saudade em quarto, velejando na mesma linha mas um pouco a sotavento.Em quinto lugar vem o veleiro Tapioca.A previsão de chegada do primeiro barco, ou melhor o “Fita Azul” é de 7h desta manhã de sádo, 01 de outubro, ou seja daqui a pouco. Vamos lá moçada que a disputa esta linda!
22h do dia 30 de Setembro
WhatsApp Image 2017-09-30 at 19.15.10(1)
Veleiro Camiranga lidera com certa vantagem a Regata Regata Internacional Recife -Fernando de Noronha 2017.WhatsApp Image 2017-09-30 at 22.37.27(1)
Neste exato momento os barcos estão na altura da Praia de Tibau do Sul litoral sul do Rio Grande do Norte e a regata tem a liderança do veleiro Carmirando. Em segundo lugar vem o Paturuzu, em terceiro lugar o Tapioca seuido dos veleiros Morereh e Saudade em quarto e quinto lugares respectivamente.A previsão de chegada do primeiro barco, ou melhor o “Fita Azul” é de 7h de amanhã, sábado, 01 de outubro.
12h do dia 30 de Setembro

Ricardo Dubeux comenta a largada da Regata Internacional Recife -Fernando de Noronha 2017

O público compareceu em peso e prestigiou, neste sábado (30), no Marco Zero do Recife, a partida da 29ª edição da Regata Internacional Recife/Fernando de Noronha (Refeno). Neste ano, a prova, considerada uma das maiores competições de vela oceânica do Brasil, reuniu 47 embarcações e 352 tripulantes de 11 estados do Brasil e mais dois países. Ao todo, os veleiros percorrerão até o Arquipélago 292 milhas náuticas, o equivalente a 545 quilômetros de distância.

Curta o show de fotos do momento da largada da Refeno 2017 pelas lentes de Jota Neves:

 

Almirante Aguiar Freire, Comandante do 3•Distrito Naval e Jaime Monteiro Jr, Comodoro do Cabanga Iate Clube de Pernambuco

Almirante Aguiar Freire, Comandante do 3•Distrito Naval e Jaime Monteiro Jr, Comodoro do Cabanga Iate Clube de Pernambuco

 

“Mais uma vez o Cabanga presenteia a cidade do Recife com um grande desfile náutico. Presenciamos neste sábado uma linda festa da vela. O cais estava em festa saudando as embarcações”, comentou o Comodoro do Cabanga, Jaime Monteiro Jr.

A Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha atrai, todos os anos, competidores do Brasil e de várias partes do mundo. E não é difícil entender por quê. O mar, o vento e o clima de Pernambuco são ideais para a navegação. E as paisagens, tanto na partida quanto na chegada, são das mais belas do país.

Os barcos partem do Marco Zero, ponto turístico do Recife e seguem com destino a Fernando de Noronha, ilha oceânica de águas cristalinas, onde é possível encontrar natureza pura, com golfinhos e atobás fazendo a festa dos visitantes. São 300 milhas náuticas de percurso, ou 545 km entre céu e mar.

Organizada pelo Cabanga Iate Clube de Pernambuco a REFENO quebrou um recorde em 2004: foram 146 barcos inscritos na regata. Veleiros de tamanhos e categorias diferentes. E o grande vencedor foi o Ave Rara, um trimarã de Pernambuco, embarcação espartana e muito veloz, comandada por Vicente Gallo.

A REFENO é considerada a primeira regata oceânica do país. Ela foi criada em 1986 e cresceu tanto, que hoje é necessário limitar o número de participantes.

O atual recorde é do veleiro Adrenalina Pura, da Bahia, que tem como comandante Georg Ehrensperger. Ele conquistou a marca de 14 horas, 34 minutos e 54 segundos em 2007.

O recorde dos monocascos é do veleiro gaúcho Camiranga, comandado por Eduardo Plass, que em 2015 fez a travessia em 20h26min37.

Mas não é apenas o barco que chega primeiro que recebe prêmio na regata mais charmosa do Brasil. Além do fita azul, os três primeiros colocados das diversas classes também recebem troféus. Outras premiações também fazem a alegria dos competidores, como o primeiro estrangeiro a cruzar a linha de chegada, o barco que vem de mais longe, o tripulante mais jovem e o mais velho e a primeira mulher a chegar. O penúltimo colocado na regata leva para casa o troféu TAMAR: tartaruga marinha.

E é assim, festejando do primeiro ao último colocado, que a REFENO faz sucesso. Ela é muito mais do que uma simples competição; é um ponto de encontro de amigos, que escolheram a vela como estilo de vida.

REFENO 2017

Com vento favorável e aberto, girando em torno dos 11 a 13 nós, a partida foi considerada sem alteração pela Comissão de Regata. O mesmo não se pode esperar da travessia até Noronha. Segundo as previsões meteorológicas, o trajeto até a ilha será com mar agitado e ventos chegando à casa dos 20 nós. Essa intensidade pode até reduzir o tempo de chegada da primeira embarcação. A estimativa é que o primeiro veleiro chegue a Noronha nas primeiras horas após o raiar do sol deste domingo (1º).

Assim como nos últimos três anos, a embarcação Camiranga, do Rio Grande do Sul, atual tricampeã da Refeno, segue sendo a grande favorita ao troféu Fita Azul com chances, inclusive, de quebrar o seu próprio recorde entre monocascos, alcançado em 2016, com o tempo de 19h56min40s. O atual recorde geral da Refeno é do veleiro Adrenalina Pura, da Bahia, com a marca de 14h34min54, em 2007.

A embarcação pernambucana Patoruzu também vem com chances reais de brigar pelo título. O veleiro de Higínio Marinsalta foi todo reformado e promete uma disputa emblemática até a Ilha.

 ACOMPANHAMENTO EM TEMPO REAL

O amante da vela que quiser acompanhar a Refeno em tempo real poderá acessar o link no site da regata (https://spotwalla.com/locationViewer.php?id=205). A transmissão pode ser feita de um modo geral (visualizando todos os barcos), por classe (visualizando os barcos que competem em determinada categoria) ou individual.

​Com o objetivo de agrupar os barcos de acordo com suas características e desempenho, a ​partida foi dividida em três grupos, com os prováveis Fita Azul largando no último grupo, às 13h. Confira os horários das largadas por classes:

GRUPO VERDE (12h)

AVATAR

BOLERO II

CHANDON/VALE DO AVE – TORO

CYGNUS

DE BOA

ENTRE PÓLOS

FANTASIA

LABADEE IV

MISTRALIS

PANDA II

PUELCHE

RISCO ZERO

SEM DESTINO

SHINDA

SURO 3

TALISMANN

TAPIOCA

THAIMAR

VICTOR 1

GRUPO VERMELHO (12h30)

ALIENA

AQUARIO III

GAUDÉRIO

KATHINI

LIBERTY

MOREREH

RECREIO X

SEM FIM

SORELLE

YAREBE

ZADIG

ZENITH

GRUPO AMARELO (13h)

ANAKENA

AVENTUREIRO 3

AVOADOR²

BORANDÁ

CAMIRANGA

CIRANDA

JAHÚ 2

KAKAMAUMAU

LAVIE

LEXUS/CHROMA

PAPANGU

PATORUZÚ-CT VIAGENS

SAUDADE

VO RAI

ZEN

MARUJOS/Z6NAUTICA

HISTÓRICO

A Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha (Refeno) atrai, todos os anos, competidores do Brasil e de várias partes do mundo. E não é difícil entender o porquê. O mar, o vento e o clima de Pernambuco são ideais para a navegação. E as paisagens, tanto na partida quanto na chegada, são encantadoras.

Todos os anos, os barcos partem do Marco Zero, ponto central do Recife e seguem com destino a Fernando de Noronha, ilha oceânica de águas cristalinas, onde é possível encontrar natureza pura, com golfinhos e atobás fazendo a festa dos visitantes.

A Refeno é considerada a primeira regata oceânica do país. Ela foi criada em 1986. O atual recorde é do veleiro Adrenalina Pura, da Bahia, que teve como comandante Georg Ehrensperger. Ele conquistou a marca de 14h34min54 em 2007.

PATROCÍNIO

A Refeno 2017 conta com o patrocínio da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer do Governo do Estado de Pernambuco e da Empetur, além do apoio da Capitania dos Portos de Pernambuco, 3º Distrito Naval, Administração de Fernando de Noronha, Prefeitura da Cidade do Recife, Parque Marinho de Fernando de Noronha, ICMBio, Armazéns do Porto, Porto Novo, Agemar, Revista Náutica, Luzeiros Hotéis, Texas Bar e Downtown Pier.

 
Famoso velejador estará a bordo do barco Morenehmoreneh lars grael
O velejador estará a bordo do barco Moreneh(foto), do modelo Jenneau 57, com 17 metros.

O velejador Lars Grael, que pela 4ª vez participa da Regata Internacional Recife- Fernando de Noronha, estará à disposição da imprensa nesta sexta-feira (29 de setembro), às 14h, para uma coletiva no Cabanga Iate Clube de Pernambuco.

Neste ano, Grael estará a bordo do barco Moreneh, do modelo Jenneau 57, com 17 metros. A embarcação vem do Rio de Janeiro e entrará na disputa do título na classe Aberta. Além de Lars, o barco contará com mais oito tripulantes: Flávio de Andrade (comandante), Henrique Duarte Haddad, Henrique Pellicano, José Lima, Maria Isabel Andrade, Mario Trindade, Pedro Luiz Caldas e Renata Pellicano Grael.

O iatista estreou na Refeno em 1999, quando bateu o recorde da disputa e ficou com o Troféu Fita Azul velejando na embarcação Bahia, um trimarã. Em 2013, presente no barco Zing 2, foi primeiro lugar no tempo real e terceiro da classe ORC. Em 2014, o velejador voltou à competição e foi campeão geral da classe RGS com o barco Tangará II.

TÍTULOS

O currículo de Lars Grael é mesmo invejável. No Snipe, classe na qual começou sua carreira, conquistou o bicampeonato brasileiro e o primeiro título mundial. Foi no Snipe que Grael virou proeiro do irmão, Torben. Mas seu auge aconteceu quando disputou a classe Tornado: dois bronzes olímpicos, cinco títulos sul-americanos e 10 brasileiros. Além de velejador, Lars Grael se destacou também no lado político, defendendo a ideologia de entidades ligadas ao esporte. Ele, por exemplo, foi Secretário Nacional de Esportes no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso.

Fernando Noronha – Drone by dida trama:

Refeno fará ação de saúde na Ilha de Fernando de Noronha
 
Médicos de especialidades escassas no arquipélago prestarão um dia de serviços aos moradores
 
As novidades para a 29ª edição da Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha, com largada no dia 30 de setembro, ao meio dia, no Marco Zero do Recife, não param de chegar. Desta vez, trata-se do evento “Refeno: saúde de vento em popa”.
 
Entre os dias 3 e 4 de outubro, das 9h ao meio dia, os comandantes e tripulantes da Refeno que são médicos vão realizar um atendimento voluntário no Hospital São Lucas, no Arquipélago de Fernando de Noronha. O objetivo é abranger algumas especialidades que são escassas na Ilha, mas que possuem uma grande demanda de pacientes, entre elas: dermatologia, ortopedia, urologia e a realização de pequenas cirurgias.
 
“A grande importância desta ação se dá pelo fato de levar o especialista ao arquipélago, ao invés de o paciente precisar sair da ilha em busca desse atendimento. Isso acabaria gerando um custo elevado para a saúde pública, além de provocar uma ausência do paciente de seu trabalho e do convívio familiar”, reforçou o sócio, médico e tripulante da Refeno, Rodrigo Quintas, idealizador da ação.
 
O ato reforça o cunho social que também engloba a Refeno, que como de costume, realizará a doação de kits de higiene pessoal para 300 crianças da creche Bem-Me-Quer, também em Noronha.
HISTÓRIA DA REGATA RECIFE FERNANDO DE NORONHA
foto_33571_2006-09-25_grande

18ª Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha (Refeno)- 2006

Direto de Recife(PE) – O barco Adrenalina Pura, da Bahia, ganhou mais uma. O catamarã chegou ao arquipélago, às 8h18 (horário de Recife), deste domingo, registrando um tempo total de 19h58min14, tornando-se o fita azul pela quinta vez , deixando bem para trás os outros barcos da regata. O veleiro não quebrou o próprio recorde, de 15 horas 30 minutos e 59 segundos. O comandante, Georg Ehrensperger, disse que o vento não estava favorável, mas que estava muito feliz com mais uma conquista. “É muito bom participar desta regata e um prêmio chegar a Fernando de Noronha”, comemorou.

Na tripulação do Adrenalina Pura, barco que levou a fita azul da 18ª Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha (Refeno), uma presença ilustre. Cláudio Biekaerk, 55 anos, que foi treinador, durante dez anos (de 1995 a 2005), do premiado velejador Robert Scheidt, octacampeão mundial da Classe Laser e três vezes medalhista olímpico (prata em Sidney 2000 e ouro em Atlanta 2006 e Atenas 2004).

A parceria, no entanto, acabou dando um tempo no fim do ano passado, quando Scheidt trocou definitivamente de classe, da Laser para a Star. Cláudio, ainda participou de três Olimpíadas pela classe Snipe (Munique, Montreal e Moscou-1980).

O trabalho desenvolvido por Cláudio, enquanto esteve treinando Scheidt, segundo ele próprio, “era muito mais psicológico”. “Quem sou eu para dizer que ensinei alguma coisa sobre vela para o Robert”, brincou. “Meu trabalho sempre foi conversar bastante, discutir detalhes e observar os adversários, já que, na água, não era possível para ele prestar atenção nesse tipo de coisa”, explicou. Na tripulação do Adrenalina Pura, ele foi o tático da equipe que conseguiu o seu quinto titulo da Regata mais charmosa do Brasil.

Pan 2007 – “A meta agora é o Pan”, afirmou o administrador Cláudio, que mora em São Paulo, e que continua velejando. Ele vai correr atrás de uma vaga no Pan-americano 2007, no Rio de Janeiro, pela classe Lightning, junto com seu proeiro Gunnar Ficker e Marcelo Batista.

Mais de 118 barcos,de 16 estados brasileiros e nove países participam da competição em 2006, que apresentou também um recorde de inscrições de veleiros estrangeiros: são 15 inscritos. A largada aconteceu no sábado e lotou o Marco Zero, no Bairro do Recife, de admiradores e curiosos. Os primeiros a sair, às 11h, foram os barcos do grupo amarelo, ou seja, bascos mais pesados e conseqüentemente mais lentos, que levarão por volta de 30horas para completar o percurso de 300 milhas náuticas, ou 545 km entre céu e mar.

Depois as outras embarcações deixaram o Recife com destino a Fernando de Noronha divididas em cinco baterias. O evento é organizado pelo Cabanga Iate Clube de Pernambuco, em parceria com a Federação Pernambucana de Vela e motor e é considerada a primeira regata oceânica do país, criada há 18 anos.

Além do fita azul, o barco que chega primeiro na competição, os três primeiros colocados das diversas classes também recebem troféus. Outras premiações também acontecem, como o primeiro estrangeiro a cruzar a linha de chegada, o barco que vem de mais longe, o tripulante mais jovem e o mais velho e a primeira mulher a chegar. O penúltimo colocado na regata leva para casa o troféu Tamar: tartaruga marinha. A cerimônia de premiação será no próximo dia 27.

Sonho – Imagine que o Paraíso tenha sido descoberto há mais de 500 anos, esteja a apenas 580 km, mas que para chegar lá você só vai de barco a vela. É isto o que estão fazendo neste momento cerca de 700 participantes de XVIII Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha, desde 9h da manhã de sábado, no Marco Zero, localizado no Recife Antigo, cidade banhada pelo oceano Atlântico e cortada pelos rios Capibaribe e Beberibe.

Ao som de potente torres montadas na arena localizada no marco zero, eu, Ricardo Dubeux, tentava pelo 6 ano, contribuir com os organizadores da Refeno, a convite do Comodoro João Paulo Camara e seu vice Jaime Monteiro, passar toda a programação do evento, o que estava acontecendo naquele momento, explicaar o básico do esporte a vela e suas particularidade, ou seja, passar um pouco da arte de velejar.

Para terminar o espetáculo que durou quase duas horas, um desfile de jangadas, composta por 30 pescadores das águas do litoral do Recife.

Os jangadeiros do Recife, homens valentes que enfrentam as bravuras do mar, humildemente e com muito orgulho acenavam para o grande publico, que aplaudia calorosamente. Foi uma homenagem inesquecível, aquela derradeira cena, onde, jangadeiros participavam ativamente, encerrando a solenidade, de um dos principais eventos náuticos do mundo, a Refeno

Nos 18 anos de realização dessa regata, acho que foi a maior e mais sincera mostra da integração entre as novidades e antiguidades náuticas, ou melhor ainda, a mais pura e verdadeira manifestação da cultura do iatismo! Foi a primeira vez que os jangadeiros participaram da primeira regata oceânica do Brasil, convidados pela organização, e espero que, no próximo ano, seja incorporado definitivamente ao evento, pois, foi o ponto maximo da solenidade.

Parabéns a todos bravos e humildes jangadeiros do Recife, vocês mostraram para o mundo que a tradição do nosso vitorioso esporte à vela no nordeste, foi iniciada e plantada por vocês, em solo fértil. Foi de Arrepiar.

Emocionados, Bons Ventos!!!

Este texto foi escrito por: Ricardo Dubeux

LEVE SUA FAMÍLIA PARA ACOMPANHAR A REGATA E CURTIR A ILHA

As melhores opções de pacotes e passagens aéreas para você se organizar e programar a sua tão sonhada viagem para Fernando de Noronha. Trabalhamos com diversos tipos de hospedagem, entre em contato, e confira as pousadas Parceiras da Blue Marlin.

Transfer grátis para clientes Blue Marlin! operadora@bluenoronha.com.br

Especializados em tornar a sua viagem ainda mais inesquecível, o nosso receptivo oferece todos os passeios da ilha, com credenciais e os melhores parceiros de Fernando de Noronha para seu conforto, segurança e comodidade. Você só precisa vir e relaxar.

  • – Caminhada Histórica
  • – Mergulho
  • – Embarcação Shiva
  • – Mergulho a Reboque
  • – Entardecer no Mar
  • – Passeio de barco
  • – Ilha Tour
  • – Passeio de Veleiro
  • – Ilha Tour exclusivo
  • – Pescaria
  • – Lancha Vip
  • – TrilhasmapaAs atividades encontradas em Fernando de Noronha são para todos os gostos e vão de uma simples e gratificante caminhada até uma agitada programação noturna pela ilha.
    Não deixe de incluir esses passeios no seu roteiro:

    Além do visual inspirador e da atmosfera privilegiada, Noronha oferece aos turistas uma diversidade de bares e restaurantes com variadas opções de cardápio, ambientes e preços, para agradar e encantar todos os tipos de paladares.

    E não esqueça o melhor reveillon é com a Operadora Blue Noronha! Reserve logo!News_BlueNoronha_Reveillon_700px

     

Ação & Aventura

Somos um portal especializado em Esportes de Ação e Aventura, Roteiros de Ação e Aventura, Ecoturismo e Meio-Ambiente. Nosso conteúdo é atualizado por uma equipe que, assim como você, é amante dos esportes de Ação e Aventura!

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *

O www.acaoeaventura.com.br é um portal especializado em Esportes de Ação e Aventura, Roteiros de Ação e Aventura, Ecoturismo, Meio-Ambiente. O nosso site esta dividido em quadros temáticos para facilitar a leitura e visualização dos melhores vídeos dos esportes que você ama, servindo assim, de incentivador e motivador para quem quer iniciar uma atividade esportiva outdoor e ser mais feliz.

FACEBOOK